Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar. Esopo

1° ao 5° ano – Modelos de relatórios individuais por aluno – editável

Siga nossas Redes Sociais

Modelo de relatório individual por aluno- 1

Durante o período (nome do estudante), teve um desempenho considerável, demonstrou interesse e se envolveu com as atividades propostas.

É uma criança cordial, capaz de se relacionar de forma muito amigável com seus colegas e professores. Além de estar sempre atenta, é muito solícita com os outros alunos, ajudando-os sempre que precisam.

Não tem problemas em seguir as regras determinadas pela escola, e mostra proatividade ao fortalecer os relacionamentos do convívio escolar.

Em relação à linguagem oral, é capaz de se expressar de forma clara, seguindo ideias lógicas. No tocante à linguagem escrita, é capaz de ler e escrever palavras e orações simples. Não demonstra dificuldades com o raciocínio lógico e possui habilidades para realizar operações de adição e subtração.

Durante a execução de atividades, apresentações e similares, (nome da criança) mostra-se dedicada e empolgada, sempre em busca de contagiar os colegas com o mesmo sentimento. Incentiva-os a participar das ações propostas por mim ou pelos demais estudantes.

É muito responsável e cuidadosa com as tarefas escolares realizadas em casa. A família, por sua vez, deve continuar incentivando essas atitudes, sempre encorajando-a na realização das suas atividades e orientando-a naquilo que for preciso.

Para que ela supere suas dificuldades, faz-se necessário valorizar as suas conquistas e boas práticas.

 

 

Modelo de relatório individual por aluno – 2

(Nome do estudante) é um menino alegre, tranquilo e perseverante. Consegue se relacionar bem com os outros alunos e tem um círculo de colegas amplo durante as brincadeiras.

Nas situações que em precisa disputar um objeto ou quando alguém faz algo que lhe desagrada, sua reação é se isolar e se recusar a falar. Algumas vezes, passado certo tempo, me procura para contar o que aconteceu e juntos procuramos a resolução mais adequada para o problema.

É um pouco relapso e sempre precisa ser lembrado de guardar seus próprios materiais, bem como os de uso comunitário, se organizar, e devolver os brinquedos para o devido lugar.

Demonstra-se participativo em todas as propostas, mas gosta, especialmente, das atividades que envolvem artes. Sempre escreve o alfabeto e manifesta interesse em escrever novas palavras, frequentemente perguntando se as escreveu corretamente.

É participativo em projetos e interessado em colaborar nas conversas sobre temas diversos, sempre trazendo fatos relacionados ao assunto em questão. Está registrando avanço significativo na obtenção de novos conhecimentos e gosta de compartilhá-los com os colegas.

Consegue reconhecer todas as letras, recitando o alfabeto na sequência correta. Atualmente encontra-se na fase silábica com valor sonoro, ou seja, escreve uma letra para cada sílaba, usando letras correspondentes ao som da sílaba.

Recita a série numérica até o 40, entretanto, precisa de ajuda na troca de dezenas. Em algumas ocasiões, ao escrever os números 3, 4, 6 e 9, os grafa de maneira espelhada. Porém, assim que é lembrado da maneira correta, os corrige imediatamente.

Por último, tem mostrado mais interesse e dedicação ao desenhar e colorir as atividades propostas.

 

Modelo de relatório individual por aluno – 3

Durante o terceiro semestre, (nome do estudante) registrou bom desempenho e considerável envolvimento nas atividades propostas. É uma criança sensível e muito inteligente. Possui boas relações com os demais estudantes e com a professora.

Consegue ir ao banheiro sem auxílio e sempre reorganiza aquilo que espalhou pela sala ou retirou do devido lugar. É solícito em compartilhar o material, ainda que seja próprio. Tem facilidade em ajudar a professores com pequenas tarefas, como por exemplo, entregar um objeto para outro aluno.

É capaz de reconhecer as cores e gosta de usá-las em seus desenhos e pinturas. Possui certa dificuldade com os trabalhos que possuem recortes e colagens e sempre me espera para ajudá-lo.

Tem alguma resistência em responder questões orais, porém, não apresenta dificuldade em prestar atenção nas aulas e executa o que foi solicitado sem impedimentos.

(Nome do estudante) apresentou evolução satisfatória no período, mas ainda apresenta algumas dificuldades que o atrapalham e o impedem de registrar melhor rendimento. Entre essas questões é possível citar as dúvidas na hora de identificar as letras do alfabeto, identificar números e sequências numéricas.

Na área lógico-matemática consegue formar pares e identificar formas geométricas. Pode diferenciar os seres vivos, os seres não vivos e a importância do ar para a manutenção da vida na Terra.

 

Modelo de relatório individual por aluno – 4

No segundo semestre (nome do estudante) teve um excelente desempenho. É muito educado com os coleguinhas e com todos os profissionais da equipe pedagógica. É uma criança muito educada, inteligente e participativa.

Entretanto, (nome do estudante) fica agitado durante algumas atividades feitas em sala, comportamento que acaba por prejudicar a capacidade de concentração. Nos jogos e atividades dirigidas demonstra dificuldade em perder e sempre que isso ocorre se isola dos colegas, ficando triste e agressivo.

Nessas situações procuro acalmá-lo e esclarecer que não há como vencer em todas as situações e que isso é normal. Tento fazer com que ele compreenda os sentimentos e lide com eles da melhor maneira possível. Esclareço, ainda, que o mais importante das atividades é o aprendizado adquirido.

Na linguagem oral apresenta facilidade para se expressar e o faz com clareza de ideias e sequência lógica. Na linguagem escrita consegue escrever palavras e orações simples. Reconhece e consegue dar continuidade a sequências numéricas e tem habilidade para fazer adições.

Mostra-se bastante interessado em atividades artísticas e musicais. Gosta de contar e escutar histórias. É assíduo e pontual.

 

Modelo de relatório final do aluno

O aluno (nome do estudante) iniciou o ano letivo com muitas dificuldades para se comunicar e se relacionar com os demais estudantes. No início das aulas, em (mês/ano) chegou na turma demonstrando um desenvolvimento aquém do que era esperado para a faixa etária.

A princípio, não conseguia fazer a correspondência entre som e palavra e nem identificar as letras. Havia, ainda, muita dificuldade de aprendizagem pré-silábica. Não demonstrava interesse em resolver as atividades propostas para a turma, dispensando-as. Da mesma forma, as atividades enviadas para casa eram devolvidas sem respostas.

Para solucionar os problemas apresentados por (nome do estudante), a saída encontrada pela professora e equipe pedagógica foram as visitas domiciliares, reforço escolar, atividades lúdicas, conversas individuais, reunião com os pais e mudança do diagnóstico do estudante, para que ele se sentisse como parte da turma.

As mudanças foram acontecendo gradualmente. No decorrer do ano letivo começou a se integrar às ações propostas e a socialização no ambiente escolar apresentou evolução. Durante as aulas de reforço conseguia se comunicar de maneira efetiva.

Começou a ler palavras estabilizadas, de no máximo três sílabas simples e conseguiu aprender seu nome completo.

Agora, no final do ano letivo, é capaz de reconhecer todas as letras e com a ajuda do professor consegue escrever algumas palavras. Sabe falar e escrever os números. Entretanto, apesar das possibilidades de melhoria, ainda não consegue agir com autonomia de escrita e leitura.

É possível que, com acompanhamento profissional constante e diferenciado, o aluno obtenha avanços e melhorias de aprendizagem durante o ciclo de alfabetização. Acreditamos, ainda, que o acompanhamento da família é essencial para atingir esse progresso.

(mês) de (ano)__________________________________________

Assinatura do professor.

Deixe um comentário